Elucidar a

Independência de Portugal.

2020.11.24 21:06 No-Kale-2498 Independência de Portugal.

Boa noite. Vasculhando pelas redes sociais e não só, apercebi-me de que existe a crença, entre britânicos, espanhóis, brasileiros e até alguns portugueses, de que Portugal deve a manutenção da sua soberania a um suposto e sempre presente apoio militar inglês e de que foi, durante um largo período da sua história, um protetorado britânico. Ora, se excetuarmos a Guerra Peninsular (invasões francesas) e o subsequente regime de Beresford, período durante o qual, diga-se de passagem, a própria Espanha também esteve submetida a potencias estrangeiras, considero esta crença completamente falsa. Li que tem como base mitos historiográficos oitocentistas...
Alguém me pode elucidar sobre a sua génese?
submitted by No-Kale-2498 to portugal [link] [comments]


2020.11.12 11:01 mindfullmandala Questão relacionada com arrendamento de casa e saída, será que alguém me poderia confirmar?

Bom dia,
Encontro-me numa situação que não sei ao certo o que fazer. Estive 7 anos a viver num apartamento alugado. No ultimo ano esse apartamento mudou de senhorio, aumentou-nos a renda e fizemos novo contracto.
Com o novo contracto pagamos duas rendas, a do mês adiantado e uma outra (referente à caução). Passado uns meses, a senhoria, deu-nos a noticia que iria lá um avaliador a casa - começando um processo de venda do imóvel que nos encontrávamos a habitar.
Ao percebemos que iria por a casa à venda, nós próprios tomamos a decisão de sair da mesma e cumprindo o contracto, mandamos uma carta com aviso de receção 4 meses antes.
Fizemos sempre o pagamento, contudo, este ultimo mês (referente a Dezembro) a senhoria em vez de retirar esse mês a mais que demos de caução, encontra-se a exigir que paguemos novamente a caução e que forem entregues as chaves que nos devolve o dinheiro.
Claro que, devido à falta de confiança que temos para com ela, devido a situações ocorridas, não nos sentimos à vontade de pagar novamente outra caução, tendo em conta que ela já lá tem uma. Ao que respondemos que o valor de Dezembro poderá deduzir da caução paga anteriormente.
Contudo ela encontra-se a insistir para pagarmos novamente a caução e que depois nos devolve quando entregarmos as chaves.
Esta situação é legal? Temos que pagar uma outra caução ou ela deveria deduzir o ultimo mês à caução?
Se alguém me conseguir elucidar sobre esta questão, agradecia profundamente.
submitted by mindfullmandala to ConselhosLegais [link] [comments]


2020.11.12 10:10 Zuriis Sobre a situação em São Paulo

Salve comunidade, gostaria de pedir ajuda de vocês para me elucidar algumas questões. Fiquei me perguntando qual seria a real situação do corona em São Paulo (número de pessoas que já foram infectadas). Digo isso pois, ao entrar no site da prefeitura, em uma cidade com +10 milhões de habitantes, nos deparamos com 376 mil casos confirmados e 13.765 óbitos. Porém, apesar de as ruas estarem muito movimentadas pela minha observação, a curva de óbitos e de novos infectados não demonstra segunda onda de infecção ainda. Claro que no boletim há indicativo de prevalência por teste sorológico, que no dia 24 de Setembro indicava uma estimativa de 13,6%, ou 1,6 milhões de infectados. O problema é que se ainda houvesse 8 milhões de suscetíveis, existiria ainda sim diminuição tão acentuada da curva?
Diante desse problema pensei que talvez estimar os infectados pela taxa de mortalidade me desse uma ideia melhor da pandemia, até pela estimativa sorológica ser um pouco antiga. Pensei isso, pois depois de 9 meses de pandemia, esperava que esse valor estivesse mais acurado pelo abastecimento de dados nos modelos matemáticos. Entre nesse link o usei um limite inferior com l (letalidade) = 0,57%, um médio de 0,23% e um superior de 0,09% (pelo que entendi na matéria, esses números foram tirados de estudos em que houve utilização de dados de soro prevalência).
Portanto, com os óbitos confirmados no município, cheguei à estimativa de que no cenário otimista da taxa de letalidade, teríamos 15 milhões de infectados, o que é um absurdo pois a população não ultrapassa os 13 milhões. Na taxa média, teríamos 5,9 milhões de infectados, o que representa 50% da população aproximadamente. Na taxa pessimista, 2,4 milhões de infectados. Me parece, portanto, que estamos entre 2,4 milhões e 6 milhões de infectados no município de São Paulo, confere ou comi bola?
Dito isso, me parece até possível entender como a curva custa a acusar uma segunda onda. Aproximadamente 1 a cada 4 paulistanos provavelmente já foi infectado, levando em consideração que a taxa média usa dados conservadores, como indicado na matéria. Provavelmente essa massa infectada é que mais teve que sair durante a pandemia, ou que nunca se isolou. De toda forma fico com um misto de alívio (me parece que o pior cenário já passou) com de angústia (não fizemos nem perto do suficiente pra conter o vírus... praticamente galopamos rumo à infecção total). Enfim, também não sei se vacilei em considerar os óbitos etc... Concordam? Discordam? Ajudas?
submitted by Zuriis to coronabr [link] [comments]


2020.11.05 22:26 MarkdownShadowBot Removed comments/submissions for /u/Throwaway431253

Hi Throwaway431253, you're not shadowbanned, but 24 of your most recent 167 comments/submissions were removed (either automatically or by human moderators).

Comments:

gb9fxl6 in politics on 05 Nov 20 (1pts):
Lmao
gb94r5p in soccer on 05 Nov 20 (1pts):
"But the Rangers fans told me we were not match to their team?"
manolo533
lmao2
gb94jhh in soccer on 05 Nov 20 (1pts):
"But the Rangers fans told me we were not match to their team?"
manolo533
lmao1
gb93hwa in soccer on 05 Nov 20 (1pts):
youre winning with an own goal with 75m to go. maybe chill a bit yeah?
Edit: lmao get rekt
gb93dgl in soccer on 05 Nov 20 (1pts):
seferovic godlike defender
gb92zdt in soccer on 05 Nov 20 (1pts):
thank mr gynecologist
gb8zioa in politics on 05 Nov 20 (1pts):
You have a country of 500 million citizens. its only normal that at least 100 million are absolutaly retarded. 68M is a win!
gb6cce9 in Conservative on 05 Nov 20 (1pts):
Dont forget to inject yourself with disinfectant while you correct your coworkers. dumb cunt
gb5rumn in soccer on 04 Nov 20 (1pts):
There goes the russian coefficient
gb5qf67 in Conservative on 04 Nov 20 (1pts):
Nah
gb5fhgc in soccer on 04 Nov 20 (1pts):
now dont you start getting sassy with me young man!
gb4a4ki in Conservative on 04 Nov 20 (0pts):
pro gun, pro life. makes sense
gb3zwt3 in Conservative on 04 Nov 20 (1pts):
yeah only 200k dead pffft get over it
gb03ecn in PrimeiraLiga on 03 Nov 20 (1pts):
Qual é a sensação de se ter abaixo de 80 de qi? Podes elucidar-nos? Obrigado!
gb01hvs in soccer on 03 Nov 20 (1pts):
yes
gasp0e7 in portugal on 01 Nov 20 (1pts):
És um atrasadinho que gosta de alterar factos para ganhar argumentos inúteis na Internet. Já tens mais que uma pessoa que lá esteve a dizer que haviam barreiras intransponíveis que não permitiam a...
gah5zh1 in worldnews on 29 Oct 20 (6pts):
Shut the fuck up you dumb cunt
gah4c76 in soccer on 29 Oct 20 (1pts):
I dont disagree.

Submissions:

jnikfa in fcporto on 03 Nov 20 (10pts):
EuTenho!
fk5lqo in portugal on 17 Mar 20 (1pts):
MEGATHREAD apagada
ff2wzb in fcporto on 07 Mar 20 (1pts):
Porto volta a perder pontos, desta vez 1-1 com o Rio Ave
f4taz6 in FACEITcom on 16 Feb 20 (9pts):
My faceit premium experience
f1drek in FACEITcom on 09 Feb 20 (9pts):
FACEIT SERVERS DOWN - - - AGAIN
f0t6g7 in GlobalOffensive on 08 Feb 20 (1pts):
Faceit Anti-Cheat is no longer reliable. Even aim-botters are bypassing Faceit's AC easily
I'm a bot. My home is at /CommentRemovalChecker - check if your posts have been removed! (How to use)
Help us expose and stand up to social media bias and censorship!
submitted by MarkdownShadowBot to CommentRemovalChecker [link] [comments]


2020.11.04 00:29 pabassi o que vai rolar no último episódio?

quem mais está muito ansioso aí? tava ouvindo agora o episódio 25 de novo e no finalzinho o Ivan comenta uma coisa que ele ainda não falou, sobre o outro corpo que foi achado, que ele tem mais informações sobre. eu estou aqui ansiosissima agora pra saber se essa questão vai ser uma chave pra elucidar alguma coisa, inclusive pq estava pensando sobre isso hoje depois de ouvir o penúltimo episódio, pra mim é uma evidência que estavam sim tentando forjar situações, que não é um caso só de que as coisas que rolaram são uma série de acasos. enfim...
submitted by pabassi to ProjetoHumanos [link] [comments]


2020.10.04 00:06 ramirex15 Instalação Quadro ATI

Viva malta,
Encontro-me atualmente num processo de mudança de casa e uma das situações que queria "corrigir" nesta nova habitação encontra-se relacionada com a velocidade da rede nos pontos mais distantes da router. A estrutura da nova habitação é bastante semelhante à minha atual (um T3) e uma das patologias que identifico diariamente é que, como tenho de ter o router junto à BOX da TV na sala aka não muito elevado e circundado por 2 paredes, as divisões mais longínquas sofrem frequentemente de falhas/velocidade demasiada lenta, principalmente quando estou num computador com Mac OS.
Atualmente, faço todos os acessos à internet via WiFi. No entanto, prevejo que o teletrabalho se irá tornar numa realidade constante nos próximos tempos, por isso queria ter a hipótese de ligar-me à rede via cabo.
Estive a investigar e, pelo que percebo, a melhor solução passa mesmo pela utilização dos quadros ATI/ITED, que desconhecia até então. A nova casa não tem um quadro deste tipo, por isso aproveito o post para que me possam elucidar um pouco mais sobre como funcionam (experiências próprias são bem-vindas) e como o posso instalar numa casa que não se encontra pronta para tal.
Obrigado.
submitted by ramirex15 to portugal [link] [comments]


2020.09.28 21:02 Joperino Curso de Técnico de CAD/CAM

Boa tarde!
Estou a ponderar tirar o curso de técnico de CAD/CAM tendo já me inscrito. Não tenho nenhuma formação de desenho técnico nem CNC mas gostaria de me formar em algo dos dois pois trabalho numa fábrica de ferramentas .Alguém que esteja no mundo trabalho dentro desta área pode-me dar uma ajuda? Elucidar-me acerca disto?

Obrigado!
submitted by Joperino to portugal [link] [comments]


2020.09.16 23:30 Micas_Duarte Eletrónica Médica

Sou estudante de engenharia eletrónica, vou ingressar no 4°ano. Tenho várias dúvidas se me conseguissem elucidar, agradecia muito. 1) A minha área de interesse é eletrónica médica, contudo, nenhum ramo de mestrado se dedica a esta área. Os ramos são: automação, controlo e robótica; sistemas embebidos; microtecnologias; potência. Quais destes vão ao encontro e são essenciais na área de eletrónica médica?
2) Em Portugal, qual é a situação de empregabilidade nesta área? E lá fora?
submitted by Micas_Duarte to portugal [link] [comments]


2020.09.16 02:41 gabnr Vende-se: Meu psicológico!

São 21:10 de uma terça feira. Estou atordoado de tanto pensar num relacionamento. Ele me faz bem? Faz. Ele me da uma sensação ótima. Me entreguei nele como jamais me entreguei antes.
Para introduzir, estou tentando algo a mais com um amigo. Já têm alguns meses. Eu gosto muito dele e ele diz sentir o mesmo por mim. Porém as coisas se invertem de tal maneira quando não estamos juntos fisicamente que me intriga, me frustra e me desgasta.
Por exemplo, este último final de semana passamos juntos. Existe muita conversa, muita ligação e muita harmonia. Quando estamos separados sinto ele ausente. Lembrando aqui que as pessoas podem sim ser ausentes mesmo mandando mensagens, mas para elucidar, sinto que ele apenas responde aos meus estímulos. Muito difícil algo partir dele.
Ontem isso já não saía da minha cabeça, então decidi falar com ele. Fui o mais sincero que eu pude, falei tudo o que gostaria de falar e ele teve uma recepção fantástica. Mas não é uma surpresa, ele realmente é surpreendente.
A conversa saiu desse ponto e durou algumas horas, nesse momento senti ele presente. Falamos sobre essa sensação, sobre a percepção dele a respeito disso e inclusive coisas que também deixavam ele inseguro. Quando paramos de conversar e fomos dormir sinceramente senti que derrubamos alguns muros. É um acordo nosso prezar pela sinceridade.
Porém, as coisas hoje conseguiram despencar com relação às minhas expectativas (não que seja alguma obrigação ele às corresponder). O sertão virou mar e a figura quente e próxima de ontem deu lugar a algo frio, mais uma vez apenas respondendo algum questionamento. Além disso, algumas postagens em redes sociais me levantam diversos questionamentos.
Meu lado racional acredita veementemente que isso não passa de neuroses minhas. Prováveis efeitos colaterais devido a 6 meses de restrições sociais intensas. Além disso eu nunca tive esse tipo de postura. Também penso que as postagens não vem endereçadas a mim. Confio muito nele e ele sabe disso. Temos liberdade para falar sobre qualquer coisa.
Porém, o lado emocional não cansa de martirizar o meu interno com diversos questionamento. A incerteza me consome e quando vejo passei horas pensando num mesmo assunto. Me sinto exausto psicologicamente e não quero acabar afastando ele por essas questões minhas.
submitted by gabnr to desabafos [link] [comments]


2020.08.31 16:45 JCHolmess Split de Ações?

Galera, tudo bem? Fiquei com uma dúvida muito grande sobre split de ações. Eu entendo referente a quantidade, tipo um split de 1 para 5. Mas como fica os valores das ações que compramos? Por exemplo eu comprei $1.000,00 (mil reais) da ação XYZ em 31/01/2020 com cotação de $100,00 por ação, depois comprei mais $500,00 por $50,00 em 05/03/2020. Ocorreu um split no dia 31/08/2020 de 1 para 5. Como possuo 20 ações, elas viraram 375 com o novo preço de $65,00 por ação. Então como será calculado o meu ganho passado? Os $1.500 ficam como?
Alguém pode me elucidar?
submitted by JCHolmess to investimentos [link] [comments]


2020.08.08 03:34 RevolvingRuby Qual o melhor curso pra trabalhar na área de Finanças empresariais?

Bom dia, queria algum profissional da área pra me elucidar sobre quais as melhores opções de cursos... Administração, Economia, Contábeis ou algum outro? Ou qualquer curso com pós na área de Finanças serve?
submitted by RevolvingRuby to brasil [link] [comments]


2020.08.05 11:22 ISawUOLwreckingTSM Menores de 16 condenados podem ir diretamente para a prisão quando atingirem os 18 ?

Só para ser mais explícito, isto é uma situação hipotética que tava a discutir com um amigo, imaginando que um menor de 16 cometa o crime mais grave possível onde receberia pena máxima de 25 anos caso tivesse 18 anos. O que aconteceria ? Iria diretamente do reformatório para a prisão quando atingisse 18 anos ? Segundo o meu amigo o menor nunca iria diretamente do reformatório para a prisão mas parece me descabido que se um menor de 16 cometer um crime horrível seja logo solto ao atingir os 18.
Já tive a ver na internet e só encontrei referente à pena de prisão ser maior que 5 anos onde nesse caso ficaria em internamento de regime fechado mas não sei ao certo o que isto quer dizer especificamente quando ele atinge a maioridade.
Se alguém que perceba de direito me pudesse elucidar sobre este assunto agradecia.
Edit: Foda-se
submitted by ISawUOLwreckingTSM to portugal [link] [comments]


2020.07.21 08:04 electric_junk Paulo Cezar Caju e arrogância futebolística brasileira.

O PC Caju escreveu um texto sobre o Jorge Jesus,"Os exageros sobre Jorge Jesus, o novo 'Deus do futebol'", afirmando no subtítulo se tratar de um técnico mediano, o qual simplesmente estava na hora certa e no lugar certo. E, meu Deus, que texto ruim...
Me deparei com o texto por um tweet do Lance, e fiquei espantado com a quantidade de pessoas concordando com a afirmação.
Acho impressionante a arrogância e ignorância do brasileiro ao se tratar de futebol, ao ponto de não aprendermos nada, mesmo que a verdade esteja escancarada na nossa cara.
Vou tentar elucidar alguns pontos...

É inegável que Jorge Jesus fez um ótimo trabalho no Flamengo e chacoalhou o mercado de treinadores, mas não o suficiente para as mesas-redondas, absolutamente todas, gastarem 80% do tempo na cobertura da sua ida para o Benfica. Elogiei sua postura algumas vezes, mas até a página dois. Jorge Jesus é um técnico mediano e pegou um elenco grande e de qualidade bem superior a maioria de seus rivais.

Sem dúvida o Flamengo tem o melhor elenco do Brasil, mas isso não é suficiente. Não dá para creditar o sucesso da equipe apenas ao elenco. Basta ver o futebol horroroso e pouco eficiente que a equipe praticava quando Abel comandava.

(...) O que não dá é para a imprensa brasileira ser pautada pelo futebol português. E será que o Flamengo trará um outro português? Por isso, o Brasil não avança.
Calma lá! O Brasil não avança porque estão buscando alternativas às opções ruins que temos por aqui?! Que diabo de lógica é essa?!

(...) Será que os portugueses estão revolucionando o futebol? Só faltava essa, termos que aprender com a escola portuguesa!!! Respeito a história de Benfica, Porto, Sporting e todos os outros clubes. Qual a representatividade do futebol português na Europa?
Portugal é um país de área pouco maior que as áreas de RJ e ES somadas, com uma população menor do que a do primeiro (RJ tem ~ 17,2 milhões, contra 10,2 milhões em Portugal). Historicamente, possui dois clubes bicampeões europeus, e teve no SCP um clube competitivo em décadas passadas. Atualmente, eles são apenas os atuais campeões europeus. Só isso, mais nada.
Ademais, é consenso que a Premier League é a principal liga do mundo. Em tempos recentes, Portugal já colocou cinco técnicos diferentes por lá: José Mourinho, Nuno Espírito Santo, Marco Silva, André Vilas-Boas e Carlos Carvalhal. Alguns com sucesso, outros nem tanto, mas, ainda assim, é um número considerável.
E o Brasil? Bem, o único técnico brasileiro que já esteve na PL foi o Felipão, há mais de dez anos. Não só isso, o Brasil simplesmente não tem técnicos nas grandes ligas europeias (por favor, corrijam-me se estiver errado). Os poucos casos recentes normalmente são de pessoas já ligadas à um clube, como Ricardo Gomes no Bordeaux e Leonardo no Milan. Depois o Leonardo até teve uma boa e curta passagem pela Inter, mas isso acabou já ha quase dez anos. A desculpa de que não se olha o mercado sul-americano simplesmente não cola quando nomes como Pochettino, Sampaoli e Pellegrini tiveram passagens recentes pelas grandes ligas europeias.

Se JJ é mediano, então os brasileiros são muito fracos. E o que mais se viu foi o negacionismo dos brasileiros. De um ressentido Abel Braga, à um irrelevante Argel Fucks e, não menos importante, um orgulhoso Renato, o qual tomou de cinco após declarações estapafúrdias.

(...) Mas a imprensa transformou Jorge Jesus em um superstar. A carência de ídolos é impressionante. Por que essa imprensa, que só fala o óbvio, não pega o Paulo César Carpegiani e o convida para dar um passeio pela Rua Carioca? Aposto que muitos torcedores da nova geração não o conheceram e ele foi mais longe do que Jorge Jesus, além de ter jogado mais bola.
Zero correlação.

(...) Olha que se fizerem uma pesquisa no Brasil sobre o português mais famoso do futebol Jorge Jesus barrará Eusébio e Cristiano Ronaldo. Como costuma dizer o locutor Sílvio Luiz, "pelo amor dos meus filhinos", paramos no tempo, idolatramos quem trabalha melhor o marketing pessoal.
Parece que quem parou no tempo foi o próprio PC Caju.

(...) e que algum especialista em futebol me aponte alguma revolução ocorrida em nosso futebol, além do melhor preparo físico, nos últimos 50 anos. Eu só vi retrocesso.
E ainda falava sobre parar no tempo. PC Caju esbanja um saudosismo tosco de que antigamente era tudo melhor, não compreende as mudanças que ocorreram no jogo e acaba descartando o jogo como é hoje. Se fosse tudo tão igual assim, nomes como Luxemburgo e Scolari continuariam a ter o mesmo prestígio e qualidade que tiveram nos anos 1990 e 2000. Achar que o futebol de hoje é a mesma coisa que se jogava em 1970 é estar bizarramente fora da realidade.

Além disso, demonstra uma arrogância típica brasileira de que, por um sucesso histórico da seleção, não devemos nada aos outros países. Depois não entende (e talvez nem perceba) como apesar de grande fábrica de talentos, não temos nenhum nome relevante entre treinadores; ou como mesmo com essa supracitada fábrica, não temos um melhor do mundo desde 2007, e mesmo com a desculpa de que essa última década foi dominada por dois jogadores muito acima dos demais, poucas vezes tivemos alguém concorrendo ao prêmio (Neymar 2015 e quem mais?).

E, mais importante: com esse comportamento, talvez não se entenda e nem se perceba como o Brasil não ganha de um europeu em mata-mata de Copa do Mundo desde que foi campeão em 2002. Desde então, quatro jogos e quatro derrotas, para França, Holanda, Alemanha e Bélgica, respectivamente. Sendo que no caso do último, muita gente ignorava justamente pelo argumento de que "nunca ganhou nada" ou "não representa nada no futebol".

Edit: editei porque publiquei sem querer uma versão incompleta.
Edit2: o título saiu errado. Era pra ser "Paulo Cezar Caju, o saudosismo e a arrogância futebolística brasileira." Agora já era...
submitted by electric_junk to futebol [link] [comments]


2020.07.14 19:38 osuperciclista Ajuda. Cumprimento de pena de Prisão Subsidiária por falta de Pagamento de multa. Informações.

Boa tarde portugal. Hoje acordei com Um Sr.Agente da Autoridade a bater-me há porta de Casa em Roupa Civil informar-me de que tenho deixei caducar os todos prazos estipulados para requerer a conversão do Pagamento da Multa em trabalho comunitário . E que tenho de efectuar o pagamento da multa no Prazo de 10 dias a contar de amanhã ou será emitido um mandato de Captura em meu nome para cumprir pena de Prisão Subsidiária no valor de 5€ ao dia durante 90 dias.
Background story: Está multa é devido a um processo de crime rodoviário em março de 2019 em que eu o Arguido fui mandado parar na Av fontes pereira de melo numa operação rodoviaria de controlo de álcool A conduzir um Velocipede: Esmaltina Racing 82😏 Sob a influencia de 2.6gpl de Alcool.+- 3 litros de vinho.
Crime Rodoviário, inibição de condução de 24 meses - 2 pontos na carta + multa que somando a falta de comparência em tribunal e custas juridicas somou o montante de 500€ .
Resumindo: Hoje tratei de pedalar até ao Campus da justiça onde finalmente tratei de assinar um pedido de conversão da Pena em trabalho comunitario.
Pergunta: 🤔 O cumprimento deste tipo de Penas é tão mau assim? Porque duvido que juntem presos de crimes Violentos com este tipo de crimes menores. Basicamente teria uma pena de 3 meses de férias, provavelmente libertado em 2 , onde me estariam a pagar refeições, estadia e banhos Diarios com água provavelmente mais quente que a que tenho em casa.
Alguem com experiência na matéria que me poça elucidar?
Thnx in Advance kind stranger.
submitted by osuperciclista to portugal [link] [comments]


2020.06.12 16:57 Evem-Young É possível aprender programação em casa e conseguir emprego fora do país?

Bom dia meus chapas, sou formado em Letras Inglês, 25 anos, e o mercado de trabalho não está legal, praticamente não tem emprego na área e as escolas estão todas fechadas devido a pandemia, eu sempre quis sair do Brasil, sei que Letras Inglês não foi a melhor escolha pra isso, ultimamente venho querendo fazer um boot camp de web development da FreeCodeCamp, que é bem extenso e dá gratuitamente certificado em Back end e front end development, estava pensando aqui se é possível arrumar um job fora do país em qualquer país desenvolvido e vazar, alguém que conhece o mercado de trabalho no exterior pode me elucidar?
Edit: correção ortográfica.
submitted by Evem-Young to brasil [link] [comments]


2020.06.10 14:17 YodaIsAGamer Alguém pode me ajudar a interpretar meus exames? 23/05 x 30/05 x 06/06

Sei que é pedir bastante, mas agradeço se alguém puder me elucidar.
Tive contato com pessoa positivada em torno do dia 18/05. No dia 23/05, na UPA da minha cidade, fiz o teste PCR com resultado negativo.
No dia 30/05, fiz IgM/IgG no particular com resultado IgM Indeterminado IgG Não reagente sem valores específicos para tal.
E no exame de 06/06 tive os valores de: IgM 0,32 (negativo até 0,80) IgG 0,67 (negativo até 0,80)
Enquanto meu pai e minha irmã tiveram valores de IgM/IgG de <0,26/0,17 e 0,31/0,22 respectivamente.
Achei meu valor de IgG muito alto comparado ao deles. Posso estar com a imunidade em desenvolvimento? O que levar em consideração de todo esse conjunto de exames?
Obrigado pela ajuda pessoal.
submitted by YodaIsAGamer to coronabr [link] [comments]


2020.06.09 15:57 masjestic11 Nunca me senti tão confuso em relação ao meu futuro académico como hoje...

Olá!! Eu sou um aluno do 12º ano e estou, como muitos outros colegas, perdido, sem ideia do que fazer nos próximos anos da minha vida. Tenho passado os últimos meses numa dúvida constante, a ler testemunhos, vídeos e até mesmo posts cá no Reddit como forma de me elucidar quanto ao que quero ser. Como algum backstory, devo dizer que em tempos quis seguir física, fascinado pelo mundo da quântica, por tal campo da ciência. Com o tempo, esse interesse desapareceu. Desde então tudo mudou. Tentei várias coisas, contactei com o dia a dia de algumas profissões, e pelo que percebo, só criou mais dúvidas, ou melhor, deixou algo bem claro. Que eu tenho uma perceção do mundo algo ingénua, se calhar.
Tirei 18 em ambas as provas de ingresso (Bio e Fq) e espero subir em Mat (tenho para isso, talvez consiga). Estou no curso de ciências, e não podia estar com mais dúvidas. Surgiram várias opções. Tanto no campo das Engenharias como na Saúde. Engenharia Informática parecia interessante, ao ver o curso como uma ferramenta para depois aplicar em futuros projetos, adquirindo conhecimentos de programação etc: mas quanto mais olho à minha volta, mais me quero afastar do estilo de vida que o dia a dia de muitos informáticos traz, algo se calhar inevitável nos primeiros anos de carreira. Medicina também surgiu, via como um passo para um futuro com uma profissão agradável, contacto com pessoas etc. Foi só depois de passar um dia na urgência que me apercebi de que para exercer medicina é preciso gostar muito, assim como qualquer outra profissão, suponho. Algo que não vejo em mim, colocando-a de parte por isso. Estes seriam apenas dois exemplos, olhando para o resto das opções ao meu alcance falho em retirar o valor que elas me possam trazer. Porque na verdade, não é esta área onde devia estar, se calhar.
O que eu adoro fazer é escrever. Fernando Pessoa, Português de uma forma geral foi o que mais gostei de estudar em todo o meu secundário. Criação de personagens, concepção de mundos e realidades fictícias, isso sim realiza-me, algo no qual não me importo de trabalhar durante dias sem conta, até porque já tive essa experiência em projetos passados.
No entanto, tenho noção de que o mercado é extremamente complicado nos dias de hoje, deixando-me de pé atrás.
Eu só não sei o que fazer. Se tudo correr bem, irei ter média para entrar em qualquer universidade do país, em qualquer curso (salvo aeroespacial ou física tecnológica, com a subida das médias teria de tirar 19 ou perto disso no exame de Matemática, nota que espero ter mas que ponho de parte por agora.) Apesar disso, não sei do que gosto para além de certas áreas ligadas às artes. Só sei daquilo que não gosto. Não me vejo a passar dias a programar e sentir-me realizado (sem querer generalizar os cursos, eu sei que informática não é só programar e que se trata apenas de um domínio, quero apenas dizer que é o que acho mais interessante de entre os que conheço, e mesmo assim não basta), não me sinto bem em seguir medicina e investir tanto tempo para deixar de exercer a profissão assim que tiver oportunidade (levar full-time escrita ou algo do género), não me vejo a dedicar a minha vida a uma ciência como Física, nem me identifico com outras áreas do saber.
Peço desculpa pelo testamento, estou um bocado confuso, e prevejo que a organização deste post esteja horrível. Escrevi isto em 10 minutos, estou no meio de uma aula de física, tenho de apresentar um trabalho já a seguir. Obrigado pela atenção, e desculpem-me pela criação de mais um post semelhante a tantos outros que poderão estar a encher o vosso feed sem necessidade, talvez por ser impossível encontrar respostas definitivas desta forma. Só quero ouvir a opinião de mais pessoas. Quero um conselho. Alguma dica, alguma sugestão, ouvir falar de alguma área que me possa causar interesse, qualquer coisa. Provavelmente tenho várias pre-conceções erradas inclusive. Peço-vos que me corrijam se assim for.
Muito obrigado!!!
submitted by masjestic11 to portugal [link] [comments]


2020.05.29 16:43 mateusonego Não aguento mais me arrepender

Bom dia, povo! Espero que estejam sobrevivendo aí, e bem.

TL;DR: Ateu mal-acostumado, ainda projeto o julgamento de Deus em todas as áreas e pessoas, e não suporto mais sentir culpa nem arrependimentos - o único futuro que vejo é me isolando e vivendo sozinho, sem interagir nem construir nada com mais ninguém, o que rouba todo o sentido da vida humana. Não sei mais o que fazer comigo.

Bom não tenho certeza do que eu pretendo com isso, mas eu honestamente não faço mais ideia de que direção tomar, e senti que pôr tudo pra fora pode elucidar alguma coisa. Peço desculpas desde já pela bíblia abaixo (quem ler vai rir da escolha de palavras) mas eu não sei identificar limites e necessidades ¯\_(ツ)_/¯ prefiro dar mais detalhes do que devo.
Enfim, já faz alguns anos que eu tenho depressão. Sempre fui uma pessoa muito ansiosa, a ponto de precisar me consultar a respeito algumas vezes enquanto criança. Me parece que a coisa toda começou principalmente depois que meu pai faleceu (doença cardiovascular - eu tinha 5 anos).
Eu não passava o meu dia com meu núcleo familiar (minha mãe sempre trabalhou, eu sempre fiquei com uma tia até pelo menos os 12), então ficava o dia todo na TV e quando chegava em casa a noite ia direto pro computador. Eu sou negro (sempre sozinho em espaços brancos, só bem mais tarde eu ia entender o que isso significava e começar a perceber as consequências), sempre fui mlk de prédio (cohab - de bem favorecida minha família não tem nada, mas graças a Deus nunca passamos fome), e minha mãe não percebeu o quanto eu me fechava conforme o tempo passava. Passei minha infância inteira brincando literalmente sozinho, fazendo todos os papeis etc rs e nem sei dizer o quão rápido me acostumei a passar o tempo integralmente dentro da minha própria cabeça.
Porque eu não entendi muito bem a morte do meu pai, e por conta de como eram as coisas na minha família (minha tia era paranoica, meu tio era um absoluto escroto em todas as áreas, minhas primas eram frustradas e descontavam um pouco em mim - nada demais, minha família sempre foi bastante amorosa, na verdade, não posso reclamar disso -), e por conta de eu passar uns 25% do meu tempo com minha mãe no máximo, que quando tava comigo tava cobrando sobre a escola etc, papo padrão de mãe ausente (não culpo ela em nada, minha mãe sempre foi esforçada pra cacete e lutou muito pra subir aos poucos na vida, sempre se fez o mais presente possível e demonstrou amor incondicional, sempre deixou claro que me ama não importa a merda que eu faça - mas o fato é, ela sempre me cobrou muito das coisas, não exatamente da forma mais inteligente), minha terapeuta disse que meu cérebro me responsabiliza de alguma forma pela ausência do meu pai (como se eu tivesse cometido algum erro, e por ISSO ele tivesse saído da minha vida), e hoje entendemos que meu cérebro associou toda essa mistureba como: "não posso errar, nunca, preciso ser capaz de cuidar das minhas responsabilidades, se não os outros não vão querer saber de mim, e eu ainda posso prejudicar eles, pôr o esforço deles a perder, então eu nunca posso fazer nada que não seja a melhor e mais perfeita coisa que eu poderia ter feito no momento".
Soma-se a isso o fato de minha família ser aquelas tradicionais evangélicas neo-petencostais, e toda minha insegurança foi armada e munida: eu sempre levei a coisa a sério, me esforcei para viver de acordo com filosofias ou de acordo com as conclusões que eu chegasse, achava que era questão de vida ou morte (ser salvo ou ir pro inferno) que eu ponderasse muito sobre minhas escolhas e fosse compromissado - só assim eu verdadeiramente estaria fazendo a vontade de Deus, só ignorando o mundo e as tendências e me reservando a ficar sempre na contra mão.
Eu nunca me senti bem, feliz ou satisfeito. O estado mais positivo que eu já consegui alcançar foi "conformado", mas mesmo enquanto amparado pela fé, eu não via muito sentido nas coisas, não conseguia enxergar propósito que não fosse Deus, e a forma de lidar com esse propósito - combatendo o mundo, pra convencê-lo a se salvar - me frustrava. Mas a coisa tomou outro patamar quando, depois de uns anos levando a sério a religião, eu me dei conta que não cria em mais nada. Aí, a depressão que se mascarava como descontentamento se assumiu de verdade, e só então eu reparei há quanto tempo eu andava desejando morrer mas não admitia para mim mesmo. Foi só quando eu parei de encarar o suicídio como um pecado, que eu passei a reconhecer com quanta intensidade eu sempre flertei com ele. Isso faz uns 10 anos, e de lá pra cá, a vontade de abandonar tudo só cresceu - e hoje eu sinto que isso é especialmente pq eu passei o papel de "Deus" pras outras pessoas, ou pra sociedade: cada ação minha está sendo pesada por alguém - ou será pesada por cada pessoa que passar pela minha vida - e meus acertos determinarão meu valor enquanto pessoa.
Nunca tive problemas para ter amigos, mas sempre me senti bastante deslocado (negro e cristão, né, nunca me sentia completamente pertencente). Sempre fui inseguro e sem malícia demais pra ter atitude para ter um relacionamento, e como eu era cristão e tem toda a parada de sexo etc, enfim, eu fui demorar para ter meu primeiro relacionamento, que eu abri mão pq não dava conta de quão mal eu me sentia, do quanto eu me cobrava ou me culpava por tudo, do quanto de ciúmes que eu sentia, etc.
A vida passou, eu deixei de ser cristão, comecei a entender melhor a sociedade, comecei a fumar maconha, fumei muita maconha, e no meu 3º relacionamento minha namorada percebeu que tinha coisas dentro de mim com as quais eu não sabia como lidar, e me convenceu a fazer terapia, por mim, e por nós. Eu comecei a fazer. entendi muitas das coisas que mencionei aqui, tivemos anos de muita alegria, fomos morar juntos, eu seguia com a terapia e tomando remédios etc, até que... fomos nos afastando... e eventualmente terminamos. Na época eu não sabia direito identificar o que tinha acontecido. Hoje, eu acho que fumávamos demais, eu em especial, e não estava me esforçando de verdade para estar com os outros e fazer coisas novas, eu só queria saber de fumar, tava afstando ela da família dela, enfim... provavelmente acabei entregando um relacionamento tóxico pra ela, ou até abusivo.
Eu moro sozinho há uns 2 anos e meio agora. Sigo fazendo terapia e tomando remédios (só 10 por dia). Continuo fumando maconha, pq é a única coisa que alivia o dia-a-dia, tentando reduzir bem (hoje fumo 1/3 do que fumava no começo do ano, por ex - mas ainda fumo um pouco todos os dias, e minha psiquiatra sabe). Eu sei que isso já detonou minha noção de tempo, realidade, felicidade, vida, etc... Estou ansioso num nível que, de tanto mexer o meu calcanhar, eu literalmente to com problemas pra descer escadas ou ladeiras, sei lá, meu músculo buga e começa a tremer.
Eu tive um relacionamento no fim do ano passado, mas invadi todos os espaços dela sem a menor paciência, cobrava atenção que não fazia sentido pro que tínhamos, enfim, creio que projetei uma "continuação" do meu último relacionamento, não soube identificar como recomeçar a conhecer e ficar com alguém.
Nos últimos meses minha mente abriu muito pra muita coisa, e eu deixei de me culpar de muita coisa. Entendi algumas das minhas limitações, e que eu poderia escolher a vida que eu queria levar, dia após dia, eu posso escolher como levar meus dias. Eu trabalho, pago minhas contas, tenho um relacionamento ok com minha família, não devo nada a ninguém. Entendi por ex que eu provavelmente não tinha machucado minha última companheira, mas eu sem dúvidas frustrei muito a ela e a mim, e absolutamente gratuito.
Enfim. To há mais de um ano sem conseguir dormir 5h seguidas (serião), e aí pow, quarentena, não tenho o que fazer além de pensar na vida. Antigamente eu via muitos filmes e séries, ouvia música o dia inteiro etc, ultimamente SÓ consigo ver animes (não sei se pq os episódios são curtos, por conta da variedade, se é pq eu sou uma eterna criança, se é pq eu acho mais fácil refletir em cima das problemáticas...). Não aguento mais sonhar com o passado, não aguento mais sentir saudades das pessoas que passaram pela minha vida (especialmente minha noiva), não aguento mais não ter perspectiva nem vontade de futuro. Faz alguns meses já que eu tenho certeza absoluta que só estou vivo ainda pela minha família. Eu não queria, não tenho força nem ânimo pra sonhar com nada que eu queira pra mim, ou com nada que eu acredite que possa alcançar. Eu sinto que nenhum esforço pra ser feliz ou chegar em lugar nenhum nunca vai compensar as tristezas, as dores, e acima de tudo, os arrependimentos. Por mim, posso dizer isso sem medo algum, eu já tinha ido embora há alguns meses. Tenho até umas receitas naturais salvas pro dia que a coragem chegar (mas ela nunca vai chegar, eu nunca faria isso com minha mãe e meu irmão)
O que me mata são os arrependimentos. Eu demorei, mas entendi que tem muita gente pelo mundo, e que as pessoas vem e vão mesmo, isso é inevitável, e não precisa ser negativo. Eu não tenho "medo" de nunca encontrar ninguém, por exemplo. Mas meus sentimentos de culpa são TÃO fortes que eu nunca mais quero arriscar sentir isso por ninguém. Nunca mais quero sentir que decepcionei alguém, e tb não quero me frustrar. Eu sou honesto demais (acho que deu pra perceber), e embora leia MUITO as pessoas, nunca aprendi a lidar com o ritmo do mundo ou com a relação que as pessoas tem com a própria vida - esse ano me dei conta que continuo absurdamente religioso com a vida, to tendo que desconstruir pra entender como não encarar cada segundo como uma responsabilidade de tomar a decisão certa. Mas ainda dói demais pensar que eu machuquei as pessoas, e me dar conta que eu perdi oportunidades e pessoas por ser burro e egocêntrico. Ainda encaro os acontecimentos como decisivos, ou "destino". E decidi esse ano que ia me concentrar em mim, juntar uma grana, melhorar um pouco de vida e tal - mas quarentena, e aí no meio dela eu vi o quanto eu ainda me sinto dependente da validação dos outros (é um pouco de carência tb sim, mas é realmente uma necessidade de validação absurda), e que precisava aprender a superar.
Mas os dias passam, e minha cabeça não muda: to sozinho pq fiz muita merda, pq fui ansioso e egoísta, sou estranho e introvertido demais pra me relacionar com amigos ou parceiras de qualquer grau, e, como sei que preciso ficar vivo, pelo menos até minha mãe morrer, a única estratégia que eu vejo é se eu me fechar pra todo mundo e aprender a me aceitar sozinho. E eu realmente não posso dar brechas pra ninguém participar da minha vida, pq as preocupações me consomem, e eu sinto o arrependimento antes mesmo de fazer qualquer coisa.
Bom, é isso. Se você chegou aqui, parabéns. Recomendo agora um Neil Gaiman, um C. S. Lewis, ou pq não um Marx né. Como eu disse, não sei onde eu quero chegar. Acho que só precisava pôr pra fora. Por favor fiquem mais que à vontade pra comentarem qualquer merda, não to esperando ajuda nem forças, nem compreensão na verdade, mas eu sei que vcs vão me entender (talvez eu esteja procurando perdão, ou redenção?). Se alguém tiver passado por qualqueeeeeer coisa parecida, tamos aí para conversar.
Mas é isso amiguinhos, não se deixem acumular culpas, nós raramente temos, o mundo é difícil e cruel e cada favelado é um universo em crise. Sempre erraremos e sempre teremos de dar um jeito de levantar no dia seguinte. Cabe a cada um escolher como e com quem quer fazer isso. Boa sorte pra nós, pois Brasil. Muito amor, paz e saúde.
submitted by mateusonego to desabafos [link] [comments]


2020.05.26 16:57 Nagato83 Bioshock: uma geografia do anarcocapitalismo [LINK]

Gente tudo certo? Neste nosso quarto vídeo-ensaio, sob a luz da Geografia, buscamos elucidar a maneira como o jogo Bioshock, lançado em 2007, se utiliza das ideias de filósofa Ayn Rand (1905-1982) e mostra um cenário absolutamente distópico.
https://www.youtube.com/watch?v=tM7Y9ujfrz4&feature=youtu.be
submitted by Nagato83 to Bioshock [link] [comments]


2020.05.26 16:56 Nagato83 Bioshock: uma geografia do anarcocapitalismo [LINK]

Gente tudo certo? Neste nosso quarto vídeo-ensaio, sob a luz da Geografia, buscamos elucidar a maneira como o jogo Bioshock, lançado em 2007, se utiliza das ideias de filósofa Ayn Rand (1905-1982) e mostra um cenário absolutamente distópico.
https://www.youtube.com/watch?v=tM7Y9ujfrz4&feature=youtu.be
submitted by Nagato83 to BrasildoB [link] [comments]


2020.05.26 16:56 Nagato83 Bioshock: uma geografia do anarcocapitalismo [LINK]

Gente tudo certo? Neste nosso quarto vídeo-ensaio, sob a luz da Geografia, buscamos elucidar a maneira como o jogo Bioshock, lançado em 2007, se utiliza das ideias de filósofa Ayn Rand (1905-1982) e mostra um cenário absolutamente distópico.
https://www.youtube.com/watch?v=tM7Y9ujfrz4&feature=youtu.be
submitted by Nagato83 to brasilivre [link] [comments]


2020.05.26 16:55 Nagato83 Bioshock: uma geografia do anarcocapitalismo [LINK]

Gente tudo certo? Neste nosso quarto vídeo-ensaio, sob a luz da Geografia, buscamos elucidar a maneira como o jogo Bioshock, lançado em 2007, se utiliza das ideias de filósofa Ayn Rand (1905-1982) e mostra um cenário absolutamente distópico.
https://www.youtube.com/watch?v=tM7Y9ujfrz4&feature=youtu.be
submitted by Nagato83 to brasil [link] [comments]